São Paulo,  
Busca:   

 

 

Cultura

 

MULHERES PRESIDENTES. Na foto, a francesa Ségolène Royal.

Por Wálter F Maierovitch/Rádio CBN/Justiça e Cidadania

Para ouvir o comentário, acesse http://radioclick.globo.com/cbn/


A socialista Ségolène Royal.



Duas mulheres poderão emplacar a presidência da república.

Em 2007, a popular Madame Royal poderá virar Chefe de Estado, aos 53 anos e pelo partido socialista francês. Ocupará o Palácio Eliseo, hoje habitato pelo presidente Jaques Chirac.

Anteontem, terça, Ségolen Royal mostrou, aos estudantes da Sorbone, por que é a principal estrela da constelação política francesa.

Ela revolucionou ao apresentar proposta de constituição de Júri Popular para Fiscalizar e Julgar políticos.

Os jurados examinariam se as promessas eleitorais foram cumpridas; se os políticos mantém o decoro; se têm caixa 2, se trabalham, se são assíduos, etc.



A escolha dos jurados seria bem simples. Ou seja: atuaria um casal sorteado entre nomes tirados do catálogo telefônico francês.

O elenco de propostas de reforma de Ségolène Royal não pára no Júri Fiscalizador de Políticos, já chamado pelos franceses de “Democracia de Opinão”.

Madame Royal pretende acabar com os políticos profissionais. Mandato eletivo? Para Madame Royal, só dois e, no final de les, volta pra casa.

Para os opositores de madame Royal,-- que apóiam o direitista Nicolas Sharkozi, atual ministro do Interior--, a socialista Royal abraçou o populismo. Mais ainda eles dizem: a proposta de Júri para fiscalizar políticos se assemelharia aos Tribunais do Povo de Mao Tse Tung.

Dá para imaginara Royal e a nossa Heloísa Helana juntas?
Hilary Clinton, do Senado à Casa Branca.


Passando da França para os EUA, a ex-primeira dama Hillary Clinton conseguiu, na última segunda feira, um tento na sua campanha para a reeleição ao senado.

Se ela for reeleita,-- como já avisou--, disputará uma vaga na Convenção dos democrata e isto para concorrer à sucessão de Bush.

Seu concorrente ao senado, John Spencer, cometeu uma baixaria, num aeroporto e sem perceber a presença de jornalistas.

O republicano Spencer disse que Hillary, --de 59 anos de idade--, conseguiu uma transformação: passar de feia a bonita e atraente sexualmente. E Spencer perguntou :- " Quantos milhões de dólares gastou Hilary em cirurgias para ficar assim?"

Ao invés de discutir idéias, esse republicano, -- machista e de mente pequena--, mostrou estar mais preocupado com o botox e plásticas: chegou até a insinuar ter Hillary feito lipoaspiração nas coxas.

Com isso, Spencer abriu caminho para Hilarry novamente emplacar o senado e tentar voltar à Casa Branca. Só que desta vez, como presidente.
IBGF-CBN, 26 de outubro de 2006.


Assuntos Relacionados
© 2004 IBGF - Todos os direitos reservados - Produzido por Ghost Planet