São Paulo,  
Busca:   

 

 

Espiões/D.Humanos

 

CIA: As razões da queda de Porter Gross, ex todo poderoso da Central Intelligence Agency.

Por Wálter Fanganiello Maierovitch- Terra Magazine.

Adeus, Goss.




O complexo imobiliário chamado Watergate, situado em Washington, ficou famoso a partir de 1972. Na ocasião, os arapongas da Casa Branca "plantaram" um sistema de escuta telefônica no pavimento que servia de sede para a campanha presidencial do Partido Democrata, que fazia oposição ao presidente Richard Nixon, candidato republicano à reeleição.

Os jornalistas do Washington Post, Carl Bernstein e Woodward, descobriram o esquema de espionagem e detonaram Nixon, que, em razão de mentir sobre o caso Watergate, renunciou em agosto de 1974.

Então, o diretor geral desse serviço secreto da Casa Branca, Porter Gross, colocou, no início de 2005, agentes secretos no Watergate. Porter Gross, de 68 anos, recebeu na última quinta feira, dia 4, "passe livre" de Bush, que, agora, quer emplacar um general com todas as estrelas no seu lugar.

O general é Michael Hayden, da confiança de John Negroponte, diretor do Serviço Nacional de Informações, ao qual a CIA está atrelado, e sua escolha foi anunciada no Salão Oval da Casa Branca, depois de uma duração aprovação no Congresso. Bush teve de dizer no Congresso o motivo da escolha do general.

Pelo que corre no circuito "top-secret" da arapongagem internacional, Gross, nos seus quase dois anos no cargo, não conseguiu domesticar os arapongas da CIA, órgão que já contou até com Osama Bin Laden como colaborador, quando a União Soviética invadira e ocupara o Afeganistão.

Uma falha gravíssima de Gross teria sido não perceber que, no Watergate, a "nata" dos seus espiões passava a maior parte do horário de expediente a jogar poker e se relacionar com prostitutas. Só para lembrar, Porter Gross, antes de chegar à chefia da CIA, e por quase dez anos, foi agente secreto na América Central, como bem lembram os sandinistas.


Assuntos Relacionados
© 2004 IBGF - Todos os direitos reservados - Produzido por Ghost Planet