São Paulo,  
Busca:   

 

 

Espiões/D.Humanos

 

ATIVISTA GAY, nota de pesar pelo assassinato no Rio de Janeiro.

Por Dionnara Castro

Assunto:Nota de pesar pelo assassinato de ativista gay no Rio

Nota de pesar pelo assassinato de ativista gay no Rio.
Cláudio Alves dos Santos, ativista gay e voluntário do Disque Defesa Homossexual (DDH), foi encontrado morto no IML. Segundo laudo do próprio IML ele foi torturado com requintes de crueldade e depois assassinado por arma de fogo no Município de Nova Iguaçu, Baixada Fluminense, Rio.
Santos trabalhava há quatro anos do DDH e foi uma das pessoas responsáveis pela identificação das três vítimas homossexuais assassinadas na Chacina da Baixada Fluminense, fato que teve grande repercussão no primeiro semestre deste ano.
Crimes como estes têm deixado a população GLBT perplexa com a dimensão da violência que tem nos atingido. Ativistas de vários grupos GLBT e de direitos humanos estarão no velório e no enterro (previsto para acontecer no cemitério Jardim de Saudade, em Edson Passos) prestando sua última homenagem e cobrando das autoridades em segurança pública e direitos humanos o compromisso de apurar rigorosamente o crime e identificando os autores desta barbárie homofóbica.

Assinam esta nota:
Cláudio Nascimento - Secretario de Direitos Humanos da ABGLT- Associação Brasileira de Gays, Lésbicas e Transgêneros.
Membro do Conselho Nacional de Combate a Discriminação.

Yone Lindgren - Coordenação do Centro de Referência de Combate a Discriminação e Violência aos Homossexuais Membro do Conselho Nacional de Combate a Discriminação
Luiz Carlos Barros de Freitas - Presidente do Grupo Arco-Íris de Conscientização Homossexual.
Informações para a imprensa:
Marcia Vilella | Marcela Prior.
Target Assessoria de Comunicação Tel: 21 8158 9692 | 2201 1337
target@target.inf.br


Assuntos Relacionados
© 2004 IBGF - Todos os direitos reservados - Produzido por Ghost Planet