São Paulo,  
Busca:   

 

 

Espiões/D.Humanos

 

Carta-apelo. Líderes mundiais reunidas em Nova York pediram a soltura da Nobel da Paz, em prisão domiciliar

Por Wálter Fanganiello Maierovitch

30 setembro 2007.

Gloria Arroyo, presidente das Filipinas.


Em Nova York, ontem, 25 mulheres potentes, de países diferentes, reuniram-se para a terceira reunião da Women Leadrs´Working Group.

Das 25 presentes, estavam 18 ministras de relações exteriores, mais a presidente das Filipinas e a idealizadora desse “Club da Luluzinha”, a secretária de estado Condoleezza Rice. O referido “club” foi fundado no ano passado.

A princípio, o tema da pauta de ontem era o Progresso n Women´s Empowerment. Mas, ao invés da análise e propostas sobre os progressos acerca do crescimento do poder das mulheres, deliberou-se por correr em socorro de Aung San Suu Kyi, vencedora do Nobel da paz, em prisão domiciliar incomunicável. Referida Nobel, --de 61 anos de idade--, está na iminência de ser transferida para uma masmorra.

Dentre as que fizeram uso da palavra para pedir a imediata soltura da Nobel da Paz estavam Glória Arroyo (presidente das Filipinas), Ursula Plassnik ( ministra de relações exteriores da Áustria), Dora Bakoyannis (chanceler grega), Anna Fotyga (ministra das relações internacionai da Polônia), Kinga Goncz (chanceler da Hungria), Benita Ferrero-Waldner (comissária para as relações exteriores da União Européia), Renuka Chowdhury (chanceler da Índia) e Tzipi Livni (vice-premier de Israel)

As potentes mulheres deliberaram, por unanimidade, enviar uma carta-apelo para o governo de Myanmar a fim de restabelecer a liberdade plena a Aung San Suu Kyi.

Da carta-apelo consta, ainda, que se providencie urgente cessação de toda a forma de violência contra manifestantes pacíficos.

A carta tem por meta pressionar o generalíssimo Than Shwe, de 74 anos, presidente, em Myanmar, do Conselho de Estado para a Paz e o Desenvolvimento. Ele é o homem mais forte e o número 1 da junta que dirige o país.


Assuntos Relacionados
© 2004 IBGF - Todos os direitos reservados - Produzido por Ghost Planet