São Paulo,  
Busca:   

 

 

Espiões/D.Humanos

 

CIA: último relatório sobre Fidel Castro

Por IBGF/WFM




OLHO.

John Negroponte, diretor da CIA, dá entrevista ao Washington Post e revela, com base em relatórios dos seus arapongas, que a morte de Castro é uma questão "de meses e não de anos".

MATÉRIA.

A morte está bem próxima. É a conclusão dos 007 da CIA.

Segundo John Negroponte, em entrevista publicada nesta sexta feira (15/12/2006) no Washington Post: "Tudo isso que estamos vendo indica que não resistirá por muito tempo, falamos de meses e não de anos".

Nem no dia 2 de dezembro passado Castro apareceu ou deu declarações: a data celebra os 50 anos da ítória dos revolucionários (81 homens),-- comandados por Castro--, que derrubaram a ditadura de Fulgêncio Batista (1959).

A última aparição de castro ocorreu em outubro passado (2006). Pela televisão, foi apresentado um vídeo wem que ele assegurou que convalecia bem e que se sentia otimista sobre o futuro. No começo de dezembro (2006) a filha de Fidel, em entrevista, afirmou que o pai estava se reaproximando do cristianismo. Recuperava a crença e cada vez mais perto de Jesus Cristo.

IBGF, 15/12/2006.


Assuntos Relacionados
© 2004 IBGF - Todos os direitos reservados - Produzido por Ghost Planet